top of page
Buscar

Formação de preços para bezerros comercializados em leilão

Miguel Rodrigues de Souza

Augusto Hauber Gameiro

A pecuária bovina está em constante evolução, aumentando a sua representatividade na economia nacional. Além do desenvolvimento nos pilares produtivos, a comercialização também está cada vez mais dinâmica, tanto em relação à compra de insumos quanto às vendas dos animais das propriedades rurais.




Desfrute é o excedente de animais produzidos que poderão ser vendidos sem comprometer a atividade realizada na propriedade. Este grupo é composto por animais de descarte, bezerros, bezerras, novilhos e novilhas que não serão destinados para reprodução ou que excedem a capacidade de criação de animais da fazenda.

Um dos principais métodos de comercialização utilizado pelos produtores de pecuária bovina é o leilão, que ocorre em diversos municípios e é organizado por empresas leiloeiras.

As leiloeiras são responsáveis por promover os leilões. São elas que estabelecem as regras e as condições em que os animais serão comercializados. Agregam, também, profissionalismo nas transações dos bovinos pela formação de lotes homogêneos, metodologia padrão para desenvolver o leilão, possibilidade de visualização dos lotes antes de iniciar o evento, garantia nas negociações, além de outros benefícios.

Devido à importância deste tipo de comercialização, no Laboratório de Análises Socioeconômica e Ciência Animal (LAE/USP) foi desenvolvida uma pesquisa a qual buscou explorar a formação dos preços no mercado de bezerros comercializados em leilões no município de Lavras do Sul, no Estado do Rio Grande do Sul. Durante a pesquisa foram coletadas informações disponíveis no escritório de leilão Clínica Remates, que oferece os serviços de comercialização desde 1983 na cidade.

Os objetivos do trabalho foram, primeiro, buscar identificar quais eram as variáveis e os seus efeitos que mais impactam nos preços dos bezerros. Em seguida, a pesquisa buscou escolher qual o modelo econométrico que melhor representasse os dados, e, por fim, procurou verificar a presença de eficiência de mercado nas negociações dos bezerros.

A hipótese do mercado eficiente ocorre quando a formação dos preços de determinada mercadoria considera todas as informações existentes até o momento da negociação. Por exemplo, se a mercadoria que está sendo negociada é um bezerro em leilão, o seu preço final negociado considerou informações em relação aos preços passados e a todas as informações que surgiram do momento do último leilão até o momento presente da negociação.

Esta teoria apresenta três níveis de eficiência de mercado, em função do tipo de informação que está sendo considerada para formar o preço. O primeiro nível é a eficiência fraca. Neste caso, as informações consideradas são somente os preços dos períodos passados. Em segundo, eficiência semi-forte, que são os casos em que o preço formado, considera os preços passados mais as informações abertas ao público das empresas ligadas ao setor, agente de mercado etc. E no terceiro nível tem-se a eficiência forte, que além dos preços passados e das informações abertas ao público, também considera-se para a formação dos preços, eventuais informações privilegiadas.

Os achados da pesquisa indicaram que as principais variáveis que impactam nos preços foram: taxa de juros, preços do boi gordo, quantidade e peso dos animais. Conforme os resultados dos primeiros testes, foi necessário verificar o impacto dos preços defasados no preço atual, utilizando de modelos de séries temporais, obtendo resultado significativo.

Os resultados empíricos apresentaram, com nível de segurança de 5%, a presença de eficiência fraca no mercado de comercialização de bezerros em leilões no escritório Clínica Remates, sugerindo, portanto, que os leilões são mecanismos importantes à disposição dos pecuaristas e comerciantes de bezerros no Rio Grande do Sul.


76 visualizações0 comentário

Kommentare

Mit 0 von 5 Sternen bewertet.
Noch keine Ratings

Rating hinzufügen
bottom of page